segunda-feira, 5 de maio de 2014

Davi socorrendo Queila e o bosque no deserto


Para guerreiro sacerdote há bosque em pleno deserto
E foi anunciado a Davi, dizendo: Eis que os filisteus pelejam contra Queila, e saqueiam as eiras...
1Sm 23.1-15
Bp Erisvaldo Pinheiro 
Palavra ministrada no Culto de Missões 
Comunidade Evangélica Arca da Aliança do Riacho Fundo/DF
26 de Abril de 2014



Queila

Significa cercada. Era uma cidade nas encostas das montanhas da parte baixa de Judá com grande capacidade de cultivo de cereais.

Na época, as nações inimigas esperavam o trigo ser colhido e debulhado para invadir o campo e saquear a colheita. Os filisteus usavam esse método para reduzir Israel à submissão por meio da fome.

Davi foi informado que Queila fora invadida e saqueada. Movido por um sentimento próprio, o homem segundo o coração de Deus consulta ao Senhor e move seu grupo para ajudar a cidade em perigo. É interessante observar a reação de seus homens, uma reação tão parecida com a que temos nos dias de hoje. Eles disseram temos nossos próprio temores.

O inimigo continua pelejando contra Queila. Diante de nossos olhos, Queila está sendo saqueada. Sua colheita está sendo roubada... o inimigo continua usando esse método para reduzir Queila à submissão por meio da fome espiritual! E quando somos chamados para fazer algo, dizemos já temos nossos próprio temores.
E foi anunciado a Davi, dizendo: Eis que os filisteus pelejam contra Queila, e saqueiam as eiras.

1 Samuel 23:1

A inércia daqueles homens não parou Davi. Ele se prostrou novamente e colocou seu sentimento de aflição por Queila diante de Deus. A resposta veio em tom de urgência: Levanta-te, desce a Queila, porque te dou os filisteus na tua mão.

Olhe ao seu redor, querido leitor, e veja quantas Queilas estão sendo oprimidas pelo inimigo. A palavra de Deus continua em tom de urgência levanta-te e desce a Queila. A promessa continua a mesma porque te dou os filisteus na tua mão.



O texto bíblico relata que aqueles homens, mesmo com seus próprios temores, foram a Queila e fizeram um grande estrago, expulsando o inimigo e restituindo os bens da cidade outrora oprimida. Veja, leitor, que eram homens que tinham seus problemas pessoais, homens que igual eu e você, poderiam se sentir ineficazes, ou até mesmos conformados com o lugar que estavam. Mas, quando descem a Queila, fazem um grande estrago no inimigo. Podemos também, fazer esse estrago onde o inimigo está saqueando o alimento de famílias, locais onde a Palavra de Deus não são mais o centro, tornando a fome espiritual criar um vazio no coração, tornando pessoas cada vez mais dependentes das migalhas e imundícies que o inimigo oferece. Não podemos aceitar isso, o que essa geração precisa é do Pão que desceu do céu, o alimento que nutre a alma, o evangelho que ainda tem poder para salvar e curar. Minha oração é que o Espírito te convença que você pode fazer alguma coisa por Queila, você tem o que Queila precisa. Desce a Queila, querido, e tu fará um grande estrago no inimigo!

Você ainda precisa saber de outra coisa... A história de Davi em Queila não termina aqui. Bem que poderia terminar agora, com o inimigo derrotado e cidade em festa pela restituição feita por Davi e seus valentes. Mas, o homem segundo coração de Deus é avisado da maquinação de Saul.


Retaliação


Davi fica sabendo dos planos de Saul. O perverso rei queria aproveitar que Davi estava numa cidade cercada  para matá-lo. Mas, o Deus que levou Davi a Queila o livra das mãos de Saul!

Davi pede o éfode ao sacerdote Abiatar. Repare que até aqui, Davi usa uma espada, mas agora, usa um éfode.

O éfode era uma peça da vestimenta externa usada pelo sumo sacerdote. Quando se paramentava para dirigir a adoração a Deus, usava seis vestimentas, das quais o éfode era uma delas.

A espada agora é embainhada e o éfode é colocado. A arma de guerra é trocada agora pela peça de adoração. A mão que segurou a espada, agora se veste das vestes sacerdotais. Uma bela lição para nós. Espada e éfode. Guerra e adoração. Guerreiro e sacerdote. Uma combinação que devemos buscar cada vez mais quando descermos a Queila.

Neste texto, enquanto Davi estava em Jerusalém, Saul não o atacou. Mas, quando Davi desceu a Queila, Saul foi ao seu encalço. Saiba, querido leitor, que enquanto estivermos em nossa zona de conforto o inimigo não estará tão preocupado conosco. Mas, quando descermos a Queila... se prepare para suas retaliações.


Bosque no deserto


Contra filisteu, Davi atacou. Mas, contra Saul, Davi fugiu.

Saul era irmão de pátria de Davi. Devemos ter em mente que quando descermos a Queila, alguns irmãos nossos vão querer entrar em disputas também. São discussões tolas que não nos levam a nada. Por várias vezes, estive evangelizando em lares onde tinha algum membro da família que era irmão... e que começa uma disputa sobre questões teológicas que em nada edificaria os não-crentes presentes. Devemos fugir destes. Devemos atacar somente o inimigo que sujeita famílias à suas migalhas.

O próprio Deus tirou Davi de Queila e o levou para o deserto.

Sendo o deserto um lugar de escassez, aquele que se importou por Queila não teria um final feliz nesta história. Todavia, repare que, mesmo num deserto, Davi ficou num bosque.

Difícil imaginar um bosque em pleno deserto. Esta misteriosa promessa é para quem se importa e desce a Queila. Quem já foi usado por Deus para livrar Queilas da opressão do inimigo sabe o que é isso. Os que já desceram a Queila sabe o valor do bosque no deserto. Passamos por temores, mas quando nos lembramos das Queilas que já foram libertas, um sentimento de renovo brota de nosso interior.

Teve uma vez que subi no altar da igreja tão cansado e triste (atravessava um deserto). Ajoelhei e orei, e ao levantar olhei para alguns irmãos presentes. Os frutos que eu já havia gerado estavam ali e todos olharam para mim ao mesmo tempo e fizeram um leve aceno com a cabeça. Leve, mas suficiente para eu ser renovado ali. Os frutos me renovaram, as Queilas outroras oprimidas e agora libertas, causaram aquele sentimento de que vale a pena prosseguir. Mesmo atravessando um deserto, naquela hora eu pisei num bosque!

Querido, desce a Queila. O que ela precisa você possui. Ela precisa de sua espada (Bíblia) e de seu éfode (adoração). Desce a Queila e experimente pisar num bosque em meio ao deserto!


Que a Graça redentora te impulsione aos perdidos.



Fonte de pesquisas:

Jonh Davis - Novo Dicionário da Bíblia - Ed Hagnos
Bíblia de Estudo Pentecostal