terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Por fora bem, mas por dentro...


"FORA, me desfilhou a espada, DENTRO de mim está a morte." (Lamentações 1.20b)



      Esta lamentação de Jeremias reflete uma realidade muito comum nos dias de hoje. Por fora uma situação, mas por dentro outra bem diferente. Por fora, tudo bem. mas por dentro, só Deus sabe.
Este trecho retirado do livro de Lamentações fora escrito por quem sabe que sentimento é esse. Servir a um Deus forte e poderoso, e ver ao seu redor dores e destruição. Jeremias lamenta a ruína da santa cidade de Deus.
      O profeta permaneceu na cidade destruída, e viu os inimigos passarem por suas portas e acusá-la. "A grande cidade de Deus, que habita o templo do Senhor, agora reduzida a cinzas". "Onde está o Deus dessa cidade". "Que Deus é esse que poderia permitir tudo isso". Estas acusações poderiam ser muito comum nos dias de exílio de Jerusalém. Pior que as ruínas são as acusações. É lamentável imaginar a cidade do rei destruída, mas é ainda pior imaginar os inimigos se aproveitarem dessa situação e usar a própria boca para o menosprezo e humilhação. Você conhece alguém que já passou por isso, que esteve na pior e ainda sofreu acusações insanas! 


segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Multidão de cuidados, multidão de desgosto.

"Não tenhas, pois, tua serva por filha de Belial; porque da multidão dos meus cuidados e do meu desgosto tenho falado até agora." (1Samuel 1.16)


     A leitura da história de Ana ganha uma dimensão mais profunda, após a leitura do livro dos Juízes. Após ver tanta corrupção moral, e exemplos negros da decadência espiritual de Israel, os ocorridos de Ana nos traz um sentimento de alívio e esperança.
     Essa bela história nos leva à reflexão também. Pois vemos que Ana é de uma geração perversa, que estava longe de Deus. Mas ainda assim, era fiel nos cumprimentos de votos e confiava em Deus.
     Ana reunia os sentimentos mais adversos contra ela mesma. Mulher amada e odiada. Fiel e questionada. Cuidadosa e desgostada!

     O relato dessa mulher nos traz uma nova atmosfera na leitura bíblica. Do caos espiritual dos Juízes ao culto santo ao Senhor. Mas essa atmosfera ainda não havia trago alívio ao coração da nossa heroína. Quando questionada, ela faz um jogo de palavras que reflete muito a realidade de muitos fieis. "Multidão de cuidados e multidão de desgostos". Apesar de muito cuidadosa com os votos e orações ao Senhor, ainda apenas
vinha vivendo o desgosto. Essa história parece com a situação de alguém que você conhece?

Os dez mandamentos do crente




(Hebreus 12:12-17) 
Portanto, tornai a levantar as mãos cansadas, e os joelhos desconjuntados,
E fazei veredas direitas para os vossos pés, para que o que manqueja não se desvie inteiramente, antes seja sarado.
Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;
Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem.
E ninguém seja devasso, ou profano, como Esaú, que por uma refeição vendeu o seu direito de primogenitura.
Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que com lágrimas o buscou.


Quando falamos em mandamentos, logos nos lembramos das tábuas dos 10 mandamentos dados à Moisés. Aquelas que foram escritas pelo dedo de Deus e entregue à Moisés no Monte Sinai. Que foram quebradas pela desobediência, mas que foram novamente refeitas pelo dedo de Deus, e entregue ao povo escolhido por um tempo até serem guardadas na Arca do Concerto. Aquelas tábuas representavam Cristo!

Cristo foi ‘quebrado’ pela nossa desobediência. Mas Deus é especialista em refazer. O inimigo trabalha para que tudo tenha um ponto final, porém Deus opera refazendo situações e pessoas. Assim como Deus refez as tábuas dos mandamentos, refez a vida em seu unigênito, Deus irá refazer sua história. Aquilo que está quebrado hoje, o Senhor irá refazer e entregar em tuas mãos.

Deus refez a vida em seu Filho. Filhos não foram feitos para destruição. Ouçam filhos de Deus, você não foi feito para destruição! Deus irá refazer, restaurar, restituir na tua vida, aquilo que o inimigo tenta destruir.

Se a tábua dos mandamentos representa o Filho de Deus, e você é aceito como filho de Deus, eu te convido a ser tábua nas mãos desse Deus. Olhe para o texto de Hebreus 12.12-17 e permita Deus escrever dez mandamentos nas tábuas do teu coração hoje:


1- Levantem as mãos cansadas. (v.12)

Tuas mãos são abençoadoras! Levante-as, mesmo que esteja cansada, levante em oração.

Edificando Altares



"Sabei, pois, que OS QUE SÃO DA FÉ SÃO FILHOS DE ABRAÃO."(Gálatas 3:7)

Então vamos aprender com o nosso pai Abraão?

Abraão foi um edificador de altar. Durante a jornada que Deus ordenou q nosso pai na fé andasse, ele edificou quatro altares. Abraão sabia o altar era lugar de sacrifício, adoração, busca e oração:


1- Altar em Siquém - Altar da gratidão. (Gn 12.6-7)

Deus chama a Abraão e faz a seguinte promessa: À tua descendência darei esta terra. (Gênesis 12:7). Abraão ao ouvir a voz do Senhor logo edifica o seu primeiro altar. Siquém era um lugar localizado nos vales. Um lugar baixo. Um lugar difícil. Mas ali, Deus fala com Abraão, e o altar é edificado.


2- Altar em Betel – Altar da escolha. (Gn 12.8)

Deus direciona Abraão às montanhas de Betel. Observe que agora Abraão está num lugar alto, um lugar abençoado, está por cima. Deus tira Abraão do vale e o coloca no monte. O que faz nosso pai na fé? Edifica outro altar. Tem pessoas q quando estão no ‘vale’ se lembra de Deus, mas quando o Senhor os colocam nos ‘montes’ logo se esquecem. Abraão edificou altar no vale e nos montes, sigamos o exemplo do nosso pai. 

Outro detalhe importante é que o altar fora edificado entre Betel (casa de Deus) e Ai (ruínas). Era uma escolha que nosso herói bíblico faria e que nós sempre faremos. Betel ou Ai? Abraão se distancia de Betel, vai pro Egito, sofre, erra, mas retorna. Em seu retorno, ele não edifica altar, acredito que ele está sem forças agora. Mas ele retorna ao altar edificado em Betel. Você nasceu pra edificar altares em Betel! 


3- Altar de Hebrom – Altar da promessa. (Gn 13.14-18)