Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Eaê Deus, tudo bem?



Eaê Deus, tudo bem? - Busque essa intimidade com o Senhor!

1 Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens,2pelos reis, e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e sossegada, em toda a piedade e honestidade.3Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador,4o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.5Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem,6o qual se deu a si mesmo em resgate por todos, para servir de testemunho a seu tempo;7para o que {digo a verdade, não minto} eu fui constituído pregador e apóstolo, mestre dos gentios na fé e na verdade.8Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda. (1 Timóteo 2, 1-8)



Pastor José Roberto
Palavra Ministrada em 21 de setembro de 2014
Na Igreja Batista Vidas em Resgate

Paulo, em seu objetivo de auxiliar o jovem Timóteo, escreve essa Carta com orientações para dirigir a Igreja de Éfeso. Entre essas orientações está a necessidade da pratica de oração.

Nesse tempo em que estamos verdadeiramente em transição fazemos muitas críticas aos nossos políticos, tantos aos que estão no poder como aos que almejam estar. A nossa meditação é, nesse momento, mais que pertinente: “como servos de Deus, como estamos nos posicionando?” Quem não conhece esse pastor que escreve pode pensar que iremos misturar política com a Palavra. Ledo engano. Mas como sal da terra e luz do mundo (Mt 5, 13-14) devemos fazer a diferença. E de que forma o crente pode (e deve) fazer a diferença dentro do cenário político do país? Bem devemos fazer uso da orientação de Paulo a Timóteo: Oração.

O crente deve ter sempre uma prática de oração. Isso é uma orientação que se aprende ainda na Escola Bíblica, no entanto são poucos que mantém essa prática na intensidade necessária. Exemplo: No pé do monte das Oliveiras Jesus fica decepcionado com os discípulos que ficaram vigiando e foram encontrados dormindo: “Voltando, achou-os dormindo; e disse a Pedro: Simão, dormes? não pudeste vigiar uma hora?” Mc 14,37 Então seria o mínimo da nossa oração, uma hora. Será que temos conseguido “bater esse tempo” em oração?

Por quem orar? Temos uma prática do caderninho de oração onde colocamos todos os nossos propósitos e petições (súplicas, orações, intercessões e ações de graças v.1). E vamos apresentando tudo o que está escrito no caderno e o Espírito Santo nos traz a lembrança nomes que devemos apresentar em particular. Se você tiver disciplina e zelo com essa prática, com certeza você vai orar mais que uma hora por dia apresentando os citados em seus escritos.

Temos lembrado dos nossos governantes? Será que no seu caderninho (pra quem já tem essa prática) tem o nome de algum político? Do seu chefe? De alguém que exerça autoridade sobre sua vida? Isso Paulo orienta de forma categórica e diz que isso é bom e agradável a Deus. Nós temos o chefe que merecemos. Ore pelo seu chefe, pelo seu administrador, prefeito, governador, presidente, comandante da Polícia Militar, Polícia Civil, toda autoridade, pois toda autoridade foi instituída por Deus: “Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus.” Rm 13,1

Oração Gera “vida boa” “para que tenhamos uma vida tranquila e sossegada, em toda a piedade e honestidade.3Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador,4o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade” vv 3-4 a oração te leva para perto de Deus, para intimidade com Deus. E não podemos ter uma vida plena fora da presença de Deus. ELE está sempre disponível a te escutar. Devemos nos manter em espírito de oração em todo tempo. Sensíveis ao doce toque do Espírito Santo de Deus.

Ore em qualquer tempo, em qualquer lugar, não perca a oportunidade de conversar com Deus. Tenha intimidade com Deus a ponto de sentir a Presença dEle e poder responder: “E aê Deus, tudo bem?”

Portanto meus irmãos, vamos viver a prática da oração, orando por todos, em todos os momentos, buscando essa intimidade com Deus. Fica essa dica desse humilde pastor. Responda ao chamado à oração de um jeito próprio, como um filho e nunca esquecendo da reverência. Experimente: “E aê Deus, tudo bem?” e inicie sua conversa com o Seu Pai Celestial.

Que o Nosso Senhor Jesus abençoe a todos.

Postagens mais visitadas deste blog

Elias na caverna e as provas do vento, terremoto e fogo.

A ressurreição de Lázaro: o tempo, o silêncio e a pedra

Quem é você na parábola do bom samaritano?